quarta-feira, 23 de abril de 2008

Juvenal e Lula, tudo a ver?

Quem é Juvenal?

Se você fez esta pergunta então pode se orgulhar! Não está vendo o lixo televisivo que todo dia a Rede Globo exibe: a novela Duas Caras.

Mesmo assim, ninguém pode achar que novelas não modificam a nossa vida. Mesmo que você não assista freqüentemente, o que recomendo, muita gente ainda o faz, e isso certamente influencia as formas de pensar da maior parte da classe intelectualmente vulnerável.

Quem não tem acesso a informação, quem não quer entender nada de política ou economia pode acabar tendo opiniões baseadas no que assistiu na novela e outros programas fúteis, e isso é que me faz desconfiar de algo de estranho na trama de Juvenal.

Ah! Para quem não sabe Juvenal Antena é atual personagem de Antônio Fagundes em Duas Caras. Ele não é claramente vilão ou galã, muito menos mocinho (Fagundes já está velho de guerra).

Para quem não acompanha, assim como eu, vale aqui uma rápida passada na trama, embora os personagens não sejam mais profundos que uma dúzia de linhas. Juvenal é um tipo de gangster que controla, com uso de força e carisma, uma favela onde não há tráfico de drogas e tudo funciona bem. Nos mais recentes capítulos, este personagem está tentando se eleger vereador, usando uma série de artifícios politicamente incorretos.

Enquanto isso, o mocinho, personagem de Lázaro Ramos, também está tentando tornar-se vereador. Veja, no vídeo abaixo, a diferença entre a "campanha" que os dois fazem:



Ou seja, por estas cenas Juvenal é o vilão, certo? Mais ou menos... Como ele ajuda e protege a comunidade, além de manter o tráfico de drogas longe (não me pergunte como), trata-se de um caso típico de mocinho que usa meios ilícitos, um anti-herói. Isso não é novo, O bandido Juvenal que usa meios ilícitos para fazer o "bem" é bastante semelhante à famosa trama italiana do livro "o poderoso chefão", de Mario Puzo.

Como as novelas da Globo historicamente sempre tiveram a intenção de manipular a opinião pública, e todos conhecemos a atual aversão da Globo ao governo Lula, estou percebendo um certo clima de semelhança no ar...

Mas antes disso, assista outra cena desta mesma novela. Nesta, Juvenal sofreu um atentado e está explicando para um pastor que foi salvo pelo colete a prova de balas, embora tenha contado a todos os seus eleitores que foi uma bíblia que impediu sua morte:



E agora, percebeu a semelhança com a vida real? Percebeu a jogada de manipulação da Globo?

Então aí vai minha teoria da conspiração, acreditem se quiser, a Globo quer que o povo ache que o Juvenal é o Lula!

Semelhanças?

- Juvenal fala de forma arrastada e com erros de português, assim como Lula.
- Juvenal é líder de comunidade e fala aos pobres, Lula era líder dos metalúrgicos e também tem este dom.
- Juvenal vem de família pobre e não freqüentou a escola. Sabe-se que Lula ainda tem grande rejeição no meio intelectual por este mesmo motivo.
- Juvenal bebe uma cachacinha. Sabe-se que a mídia sempre tentou fazer parecer que Lula é alcoólatra.
- Juvenal tem muitos planos para "ajudar" os mais pobres, como construção de casas e distribuição de cestas básicas. O governo Lula também possui ações sociais, embora melhor intencionadas, parecem iguais aos olhas da elite.

Na minha teoria conspiratória, a Globo tem o interesse de aproximar o personagem Juvenal ao Lula real e montar uma imagem de anti-herói, fazendo a população acreditar que Lula também usa meios ilícitos para atingir seus objetivos, quer convencer o povo de que a melhor opção não é fazer um sucessor do mesmo partido.

Acreditem se quiser, mas saibam que a intenção de manipulação é bem óbvia. Vocês sabiam que esta novela ainda tem outra vilã, a Renata Sorrah, que tentou envolver uma boazinha, a "Suzana Vieira", em um esquema de corrupção no "caso dos cartões corporativos"? E o pior é que era verdade, a personagem boazinha de Suzana tinha usado indevidamente o cartão corporativo. Para salvar a personagem boazinha foi dito que não se tratava de dinheiro público, pois a universidade de onde o cartão foi retirado é privada (Veja no vídeo). O objetivo é explicar a "crise" do cartão corporativo para o povo e fazê-los acreditarem que como o dinheiro é público, então deve condenar o governo.



A Globo está preparando terreno desde agora para a eleição de 2010, para fazer a opinião pública se escandalizar com as "crises" que os noticiários criam toda semana. Vai tentar apoiar um candidato "limpo" com cara de mocinho e discurso "ético", assim como o personagem de Lázaro Ramos. Um político que dirá ser "caçador de marajás", um bonitão carismático que receberá a ajuda e o crivo da Globo, parece familiar?

terça-feira, 15 de abril de 2008

CEFET, a busca por educação de qualidade e quantidade.

Encontrei alguns dados bastante interessantes sobre o ENEM, o exame nacional do ensino médio. Nesta avaliação pode-se achar o CEFET, no qual eu trabalho como professor, entre as 20 melhores instituições de 2007 no município do Rio de Janeiro. Veja a lista: (completa no site do ENEM)


Um resultado, na minha opinião, muito bom. Apenas quatro destas 20 escolas são públicas, e dentre estas está o CEFET CELSO SUCKOW DA FONSECA, na honrosa 18ª posição.

Digo honrosa pois o CEFET não está ali para concorrer com as instituições privadas, que usam este resultado para angariar alunos e recursos. A posição é natural, sem pressões, muito mais difícil de obter.

Impressionante mesmo é a discrepância no número de alunos que fizeram o exame. O CEFET possui 271 formandos que participaram do ENEM, número bem superior à média das escolas privadas. Naturalmente é muito mais difícil aliar qualidade e quantidade, pois quanto menor o ambiente e maior a estrutura, menos mérito é necessário para se conseguir sucesso.

A maioria dos alunos do CEFET ainda cursam o ensino técnico concomitantemente ao ensino médio, tendo logicamente muito menos tempo para estudar. Muitos destes 271 alunos se formarão em Eletrônica, Eletrotécnica, Informática, Mecânica, Construção Civil, Turismo, Meteorologia e outros tantos cursos. Profissionais que chegam ao mercado muito mais cedo do que os do ensino superior, e com muita qualificação.

Gostaria de poder dizer que este mérito no ENEM é também meu, mas isso não seria possível. Primeiramente não sou professor do ensino médio, mas de Eletrônica, e isso obviamente não faz parte da prova. Em segundo lugar está o fato de que os alunos do CEFET são diferenciados, fazem um difícil concurso, certamente pertencem à uma elite intelectual invejável, que torna o processo pedagógico muito mais fácil.

Além disso, no CEFET não há pressão dos pais para aprovação daquele aluno problemático, problema tão freqüente nas instituições privadas. Os professores e alunos possuem liberdade para implementar suas idéias, sem a rígida disciplina dos colégios católicos presentes na lista. O ambiente é propício para o desenvolvimento de grandes mentes, não impõe uma cansativa e pouco edificante busca por resultados conforme os cursos pré-vestibulares, que também têm sua presença nos melhores do ENEM.

Falando assim, acho que a 18ª posição é até pouco, quem sabe um dia não estaremos no topo? Quem sabe não só este CEFET, mas muito outros que ainda estão sendo criados pelo governo Federal. Quem sabe um dia não poderemos aliar educação de qualidade e quantidade para todo o Brasil? Quem sabe?

domingo, 13 de abril de 2008

Tome isso Dilma!


A recente confusão envolvendo a ministra Dilma Rousseff e o tal "dossiê" feito para "chantagear" os inocentes tucanos beira a imbecilidade.

A ato mais equivocado que a oposição poderia fazer é ter colocado a ministra sob os holofotes de todos os meios de comunicação. Sabe-se que o grande problema de Dilma, caso queira tornar-se candidata a presidência, é não ser muito conhecida da população.

De uma hora para a outra, o PIG (Partido da Imprensa Golpista) colocou Dilma em todos as mídias possíveis. No jornal nacional e no noturno jornal da globo a ministra falou, e gesticulou, por mais de 5 minutos. No estadão, na folha e no jornal O globo colocou-se a foto de Dilma na primeira página.

O mais interessante, e até cômico, é que o plano original era colocar água no chopp da candidatura de Dilma à presidência. O povo não votaria em uma pessoa que fosse acusada de "chantagista", não é? Ainda mais se fosse contra uma instituição de "respeito" como foi nosso amado e idolatrado presidente FHC, cuja aprovação foi a menor da história do Brasil.

Mas o PIG não entende nada de povo! A história de que Dilma teria preparado o dossiê para "chantagear os coitados tucanos" não pegou. Ninguém acreditou nesta enfadonha lorota e a oposição teve que engolir uma derrota pior ainda, o tiro saiu pela culatra!

A exposição na mídia por causa do caso "dossiê" tornou a ministra ainda mais conhecida! Segundo a pesquisa recente do CNT/SENSUS, sua intenção de voto para presidente subiu de 4.5% para algo em torno de 7%.

Digo algo em torno, sem ter certeza, pois esta pesquisa foi encomendada pelos tucanos, não parece ter sido divulgada em sua totalidade. A notícia de que o PSDB está em polvorosa, pensando até em mudar a tática, encontrei no blog dos amigos do presidente lula, recortado do Jornal do Brasil:

Não posso negar que ri, e muito, desta nova trapalhada tucana. Os ditos doutores da elite intelectual Brasileira não conseguem desvendar a "complexa" forma de pensar do povo, e não é de hoje que suas ações só não resultam em maiores tragédias pois sabe-se que o PIG socorre e abafa as notícias, quando é de seu interesse.

Espero que isso sirva de lição para que a oposição pondere sobre quais são os reais interesses do povo, como ter saúde, educação e diminuir o desemprego. Não tem ninguém querendo saber sobre picuinhas políticas e CPIs da cocada e da tapioca. Quem insistir nesta estratégia terminará ainda mais queimado, como aconteceu com a caricatura do início deste texto.

quinta-feira, 10 de abril de 2008

Polícia Federal vai fazer mingau!

Nesta nova operação da Polícia Federal, podemos ver a seriedade e total descompromisso político que as operações parecem ter. De todos os prefeitos presos, temos 2 do PT, 3 do PSDB, 3 do DEM e outros tantos do PR e PTB. Em outras palavras, de quase todas as inclinações políticas.

Veja o vídeo:




Também foram presos servidores públicos e um gerente da caixa, além de um juiz!

A PF trabalha para combater a corrupção, mas o problema é que esse pessoal escapa no judiciário. Não vou entrar no mérito para saber se são culpados ou não, mas só de saber que tem a PF no seu encalço, muitos prefeitos devem agir da forma mais correta possível, com a pulga atrás da orelha!

Mesmo que ninguém seja condenado, isso já é bem melhor que o tempo, em um passado não tão distante assim, onde a PF fazia apenas meia dúzia de operações por ano, principalmente para atrapalhar os candidatos à presidente que concorressem com FHC e Serra. Alguém lembra do caso de Roseana Sarney?

A PF está para os políticos assim como o lobo mal está para as criancinhas! Quem faz coisa errada tem insônia, pesadelos com as ações da PF. Eles marcam em cima e deixam todo mundo de orelha vermelha, seja de que partido for, governo ou oposição.

Já estou até pensando no político chegando em casa e falando para o filho mais novo:
"seja um bom menino! Senão a polícia federal pega para fazer mingau!"

segunda-feira, 7 de abril de 2008

Vergonha sem fronteiras, no Rio de Janeiro!

Nesta sexta-feira recebi, como de costume, correspondência do tipo "mala direta" sobre a organização humanitária Médicos sem fronteiras, e me surpreendi em saber que estes fazem diversas ações humanitárias no Brasil. Achei então que estavam atendendo casos de malária no Amazonas, ou desnutrição infantil causada pela seca do nordeste. Estão sim! Mas isso é a menor parte...

A organização está também no Rio de Janeiro, onde moro, no morro da Fazendinha e no Complexo do Alemão. Estes locais foram escolhidos pois a violência faz muitas vítimas entre a população pobre, cenário que não é muito diferente dos piores países em guerra na Africa ou no Oriente Médio. Veja o vídeo que encontrei sobre este assunto, de março de 2008, na Band News.



O que mais me envergonha não é a violência no Rio de Janeiro ser tão alta que os médicos sem fronteira resolveram instalar um posto semelhante aos que existem no Haiti ou no Zimbábue, ambos em guerra civil. O que mais me agride é que, segundo o vídeo, o maior problema encontrado tem sido a dengue!

Isso mesmo pessoal! Os médicos sem fronteira estão aqui no Rio de Janeiro fazendo atendimento de diversos casos de dengue! Eles estão gastando o seu orçamento em remédios e designando nobres "soldados" médicos para o nosso país, para tratar de uma epidemia que surgiu devido ao total descaso de nossos governantes.

Governantes? No plural? Estou sendo bonzinho demais! Na verdade o maior problema é aqui no Rio de Janeiro! A epidemia está principalmente aqui no município e a gente sabe de quem é a culpa, não é?

Para descobrir o culpado, vamos fazer um exercício de lógica. A epidemia é muito forte aqui no município do Rio, em outros locais é bem menor e controlada. Sabe-se que a prevenção, orientação, fumacê na cidade e inspeções de locais de foco da doença são responsabilidade da prefeitura, então quem foi que não fez o dever de casa?

Maia, Maia, Maia. A cada dia César me envergonha mais! Sei que Cabral e Lula também tem sua parcela de culpa, mas não posso deixar de esculhambar um político que está há 18 anos no poder, e nem mesmo tem a humildade de reconhecer publicamente a existência da epidemia (que já chega aos 30 mil casos).

Faço aqui uma exigência, um apelo, aos nossos governantes. Por favor reembolsem o "médicos sem fronteiras" de seus gastos e agradeçam em cadeia nacional pela organização ter escolhido o nosso país para fazer suas ações humanitárias. O Brasil não é pobre como a África, não precisamos dar calote, não é?

Não dar atendimento à população em uma epidemia de dengue já é uma vergonha, não quero passar pela humilhação de sair sem pagar também! Quem quiser fazer uma doação, clique em http://www.msf.org.br/doacao/. Que tal o senhor, César Maia? A grande causa disso tudo? Pelo menos R$10,00?

quarta-feira, 2 de abril de 2008

Territórios da cidadania não é eleitoreiro!

Você, caro leitor, já esteve na cidade de Oliveira dos Brejinhos, na Bahia? E em Canabrava do Norte, em Mato Grosso? Que tal o belo município de Curralinhos, no Piauí? Nunca passou pela cidade alagoana de Olho d'água do Casado?

Não? Nem eu. Esses não são pontos turísticos Brasileiros, são cidades que foram selecionadas para participar do programa social do governo chamado "Territórios da Cidadania". O programa que a grande imprensa descreve como eleitoreiro, pois embora já estivesse planejado há muito tempo, surge com força neste ano de 2008.

Os municípios citados, e outros tantos, totalizam 958 cidades divididas em 60 territórios onde o programa será implementado. Os critérios para seleção destes municípios são:

- menor IDH;
- maior concentração de agricultores familiares e assentamentos da Reforma Agrária;
- maior concentração de populações quilombolas e indígenas;
- maior número de beneficiários do Programa Bolsa Família;
- maior número de municípios com baixo dinamismo econômico;
- e outros

Mais detalhes podem ser encontrados no site www.territoriosdacidadania.gov.br. Os municípios Brasileiros estão espalhados nos campos coloridos do mapa abaixo:


Algumas das cidades do Territórios da Cidadania têm índice de desenvolvimento humano (IDH) semelhantes aos dos países africanos mais pobres. Falta saneamento básico, saúde, educação, cultura, ou seja, completa ausência do estado.

Mas todo investimento destinado aos pobres sofre críticas. Os jornais e revistas da grande mídia querem que o dinheiro seja investido em São Paulo e em outras grandes capitais. Não querem recursos destinados aos mais carentes no norte e nordeste. Não tenho dúvidas que estes são os motivos que levam a imprensa a condenar a iniciativa.

Ora, quem diz que o Territórios da Cidadania é eleitoreiro não parou sequer para pensar em como o programa funciona. O governo federal não tem como cumprir ações sociais em São Sebastião do Uatumã (AM) e depois dar uma passada em Arroio do Padre (RS). O país tem dimensões continentais! Quem acha que o governo federal age em todo o país não entende nada de Brasil! Assim como o bolsa família, o cadastro das famílias e a execução dos programas sociais depende muito das prefeituras locais, que são fiscalizadas pelo governo federal.

Só a prefeitura local pode conhecer os problemas e peculiaridades de cada parte do Brasil, e informar onde as ações devem ser feitas. Nenhum burocrata de Brasília tem esta capacidade. Nem mesmo o mais bem informado assessor do Presidente saberá ao mesmo tempo como ajudar a população de cidades como Barra do Turvo (SP) e Morro do Chapéu (BA).

Se o programa fosse eleitoreiro, como afirma o DEM, que recentemente foi ao Supremo com este questionamento, então a prefeitura local é que se beneficiaria dos investimentos. Uma regra muito antiga da política, desde Maquiavel, é que quando a vida melhora o povo gosta mais de seus governantes, mesmo que isso não tenha sido mérito destes.

Os prefeitos destas cidades é que poderão gozar da fama de melhorar a vida de seu povo sem gastar recursos próprios, contando com um orçamento enorme e apoio logístico do governo federal. O povo mais feliz tenderá a reeleger a situação, pois é a prefeitura que coordena as ações, fará uso eleitoral mesmo que não queira.

Resta então saber de quais partidos são os prefeitos destes municípios, que juntos receberão, neste ano de 2008, cerca de 11 bilhões de reais, a serem investidos em saneamento, educação, acesso a água, saúde e outros, além do tradicional bolsa família.

Para descobrir isso cruzei as informações das 958 cidades beneficiadas com o territórios da cidadania e o banco de dados do TSE (www.tse.gov.br) que contém, entre outros dados, o nome do prefeito e o partido ou coligação em que foi eleito. Estes dados são de 2004, ano em que ocorreram as últimas eleições para prefeito, embora tenham sido atualizados recentemente, refletindo eventuais mudanças de partido dos últimos anos.

Mesmo com um bom conhecimento de banco de dados, não é fácil fazer este cruzamento e descobrir os partidos de todos estes municípios. Muitas cidades têm nome duplicado, não estão no banco de dados do TSE ou possuem grafia variada, como a cidade de Açu (RN), cadastrada no TSE como Assu.

Tendo conseguido encontrar cerca de 911 prefeitos das 958 cidades, posso dizer que o trabalho está conclusivo. Veja abaixo o interessante histograma radial contendo a distribuição de partidos dos municípios que compõem o programa:

Mas que surpresa! As prefeituras do PSDB e do DEM estão encabeçando a lista dos beneficiados pelo territórios da cidadania! Juntos chegam a 1/3 do comando das prefeituras. Por que então são os que mais reclamam destes gastos? São os que mais poderiam se beneficiar deles, não é?

Cospem no prato que comem? Acho que não... Na verdade, a direita vive da desgraça do povo, como sempre fizeram em quase um século de curral eleitoral. No fundo eles sabem que somente um povo burro e mal informado cai nas lorotas do voto de cabresto. Eles tem medo de desenvolver a região e perder o domínio.

E a mídia? Ah! Esta vai sempre dizer que dinheiro para pobres é bobagem, é assistencialismo. Vai repetir direitinho o discurso do Alckmin de que o governo deveria "fazer investimentos em infra-estrutura", "fazer o país crescer". Crescer em São Paulo e continuar com os bolsões de pobreza em todo o norte e nordeste do país.

Se uma boa parte das prefeituras é da oposição, cai por terra a "denúncia" de favorecimento eleitoral. Esse tipo de mentira faz parte da rotina diária da mídia em atacar o governo, com acusações que não são nem mesmo inteligentes. Ainda bem que temos a internet para escapar da descarada manipulação. Qual será a próxima "crise" a ser desmascarada?